quarta-feira, 28 de julho de 2010

ATIVIDADES DE PSICOMOTRICIDADE

MÚSICA E MOVIMENTO
PERCEPÇÃO GLOBAL DO CORPO
Para o domínio global do corpo é importante que as crianças realizem atividades em espaços amplos, sozinhas ou com a participação dos colegas.· Esticar e deixar que um colega o ajude a rolar como se estivesse enrolando e desenrolando um tapete.Alternam-se as funções de cada participante.· Usando todo o corpo, com as palmas das mãos voltadas para a frente e no chão, arrastar-se como cobra.Essa atividade permite variações:todo o corpo pode ser puxado só com as mãos:com as mãos e os braços, com movimentos para a frente, para trás, para ao lados, com os braços direito e perna esquerda, com a perna esquerda e o braço esquerdo.· Recortar com dedo ou tesoura , figuras humanas.Dividi-las em duas, três ou mais partes e recompô-las colando numa folha.· Recortar de revistas uma parte do corpo de uma figura humana (só a cabeça, só o tronco, só as pernas). Cola-la em uma folha de papel e completar a figura desenhando o que falta.· Completar o rosto, do qual só há contorno, desenhando ou colando as partes que faltam.· Completar verticalmente meia figura humana(simetria).· Com sacos de supermercado, confeccionar marcaras.Colar lã, retalhos de papel, bolinhas de papel, desenhar e pintar expressões.
LATERALIDADE
É o uso que as pessoas fazem de uma ou duas partes do corpo.Todas as funções corporais são determinadas pelo lado esquerdo ou pelo direito.Aproximadamente com 1 ano e meio a criança já expressa sua preferência por um dos lados do corpo, notando-se isso quando ela passa a usar sempre a mesma mão para realizar determinadas tarefas. Aos 3 anos ela já utiliza exclusivamente a mão dominante. É importante então não força-la a usar a mão direita se o predomínio é dado à mão esquerda.· Dominar a noção esquerda/direita em relação ao corpo e ao ambiente com atividades;· Empregar termos direita e esquerda;· Determinar a mão dominante realizando exercícios de apanhar objetos, lançar bolas, recolher papéis, grafar.Reconhecer que o corpo tem dois lados extremamente iguais. O Professor apresenta um dos lados de um boneco desenhando em cartolina e dobra o outro.A s crianças são estimuladas , pouco a pouco, as descobrir as partes do corpo do boneco que se encontram no lado coberto. No final o professor desdobra o desenho e apresenta a figura completa.
COORDENAÇÃO MOTORA
A coordenação visiomotora é a capacidade de coordenar o campo visual com a motricidade de partes do corpo.è através do corpo em movimento que realizamos ações, conhecemos o mundo e nos relacionamos com os outros seres.De acordo com o tipo de movimento que a criança realiza a coordenação visiomotora pode ser ampla refere-se aos movimentos dos grandes segmentos do corpo (membros superiores e inferiores) ou fina implica a harmonia e a precisão dos movimentos finos dos músculos da mão.Quanto mais jovem for a criança maior deve ser dada atividades de coordenação motora ampla. Um bom domínio da coordenação visiomotora favorece o desempenho das crianças na leitura e escrita;os movimentos dos olhos da esquerda para a direita, o segurar lápis, o controle do corpo e o espaço disponível para a distribuição ordenada do papel.· Movimento de pêndulo acompanhando a canção:A canoa virouQuem deixouEla virarFoi por causa deMarinaQue não soubeRemar...
PERCEPÇÃO
Promover situações para o aluno: tocar, cheirar, ver, ouvir, provar, comprovar, concluir, experimentar.
PERCEPÇÃO VISUAL
O treino da percepção visual permite ao indivíduo distinguir semelhanças em cor, tamanho, forma, posição, detalhes dos elementos que constituem os ambientes que os cercam.Percepção visual: cor, forma,letras e palavras, jogo da memória , figura fundo.
PERCEPÇÃO AUDITIVA
Percepção auditiva é a capacidade de perceber e diferenciar os sons e sua intensidade(forte, médio, fraco);O trabalho para desenvolver a percepção auditiva deve se iniciar com os sons do meio ambiente, sons vocais, corporais, sons de brinquedos, sons de instrumentos musicais e sons verbais.Objetivos:· Desenvolver a memória auditiva;· Discriminar sons diversos;· Discriminar sons em palavras, identificando sons iniciais , sons intermediários e sons finais;· Desenvolvera pronúncia correta das palavras.Atividades sugeridas:· Confecção de instrumentos musicais(maracás, tambores, chocalhos etc);· Vendar os olhos de uma criança fazer um barulho com algum objeto e pedir que a criança identifique o barulho.
PERCEPÇÃO TÁTIL
Percepção tátil é a capacidade de perceber sensações através da pele, forma, consistência, temperatura através de objetos variados que são explorados através das mãos. As sensações (quente, frio, morno)texturas(liso, áspero, macio, duro), de espessura(grosso,fino).Atividades sugeridas:· Caixa de sensações com objetos como:lixa ,flanela, esponja de pratos com dois lados, pedaço bombril, algodão para as crianças tocares e falarem o que sentiram ao tocar determinados objetos;· Copo água morna e copo com água gelada. È oportuno que as crianças olhem para os objetos e depois com os olhos fechados tentem descobri-los através do tato.
PERCEPÇÃO OLFATIVA
O olfato permite que a criança interaja com o ambiente, descobrindo os diferentes odores presentes no mundo que a cerca. A percepção olfativa é a capacidade de perceber e diferenciar odores. Para desenvolver essa habilidade pode-se estimular a criança a tentar descobrir e identificar o cheiro de alguns alimentos, de frutos, flores, cheiros bons, ruins etc.
PERCEPÇÃO GUSTATIVA
É a capacidade de perceber paladares. A hora da merenda oferece situações ideais para estimular e desenvolver esta percepção, pois ela favorece o contato com diferentes sabores, texturas dos alimentos.Os alunos devem ser levados a:· Discriminar sabores(salgado, azedo,amargo);· Perceber texturas e cores;· Perceber temperaturas dos alimentos.
PERCEPÇÃO CINESTÉSICA
É a percepção dos movimentos. O verdadeiro conhecimento do corpo se dá pela percepção cinestésica (sensação do movimento) do próprio corpo: mover é sentir e sentir é saber. Através da percepção sensorial do movimento (interno ou externo) de uma parte do corpo despertamos nosso cérebro para que atue sobre ela, registrando sua existência e sua presença aqui e agora, nas condições atuais, comparando-as com as que nossa memória e experiência anterior já possuía a respeito dessa mesma parte do corpo.
PERCEPÇÃO ESPAÇO TEMPORAL
É a aquisição das noções de espaços (localização, direção, posição e disposição no espaço) e de tempo (ritmo, seqüência temporal :agora, antes, depois, hoje, amanhã, dia, noite ), hora de acordar, de almoçar, de brincar, de ir a escola, de comer, de dormir.Sugestões:· Os alunos dão-se as mãos e formam duas rodas, uma dentro da outra.Ao som de palmas, giram em um mesmo sentido.depois, uma roda gira em sentido contrário ao da outra.· Jogo do gato e rato: as crianças formam um círculo. Uma delas (rato) fica dentro da roda e a outra (gato)fica fora.os alunos da roda, de mãos dadas, não deixam o gato entrar nela(roda) e ao mesmo tempo devem facilitar o rato a sair(roda).Quando o rato for apanhado, outra criança ficará em seu lugar.· Empregar conceitos de ontem, hoje e amanhã em rodas de conversas;· Exercícios que trabalhem o ritmo.· Percorrer labirintos com obstáculos :caixas, bolas, pneus, os alunos podem fazer isso de um pé só, saltando, engatinhando etc.· Caminhar em fila com os alunos e informando as direções, -agora todos para a esquerda!· Desenhar uma árvore no quadro e pedir que um aluno desenhe uma fruta em cima dela, uma folha em baixo dela, um galho no meio dela.

Fonte: Adaptado coletânia textos profª Angela Belfort . Funeso/Unesf 2005

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário